#Projetoviverbem: Apostando nos alimentos termogênicos

faca-as-pazes-com-a-balanca

Hi meninas!!! Vocês já ouviram falar em alimentos termogênicos? O #PROJETOVIVERBEM de hoje vai esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre esses benditos alimentos, que agem como nossos aliados quando o assunto é PERDA DE PESO.

Vamos entender como ocorre o processo no nosso organismo?

Todo alimento precisa de energia (caloria) para ser digerido, ou seja, tem a capacidade de aumentar a temperatura do corpo e acelerar o metabolismo, aumentando assim a “queima” de gorduras.Existem alimentos que precisam de mais calorias para serem digeridos do que outros. Estes são conhecidos como alimentos termogênicos, e são responsáveis por cerca de 10% do gasto total de energia.

Se você quer perder uns quilinhos, consuma pelo menos duas vezes ao dia alimentos termogênicos: uma delas, antes da atividade física, para obter um melhor resultado. O ideal é incluir pequenas porções dia a dia para não sobrecarregar nas calorias e ter o efeito contrário, ou seja, ganho de peso.

E atenção, o consumo desses alimentos não deve ser feito no período noturno para não prejudicar o sono. Cuidado também nos exageros, o consumo exacerbado pode levar ao surgimento de sintomas como dor de cabeça, tontura e problemas gastrointestinais. Hipertensos e indivíduos com problemas cárdicos, atenção, pois alguns desses alimentos fazem o coração trabalhar mais rápido.

A variedade dos alimentos termogênicos é imensa, vamos conhecer os principais?

imagens a

ÁGUA GELADA: Ao consumir água gelada, o organismo necessita de mais energia para elevar a temperatura para 37º C, e com isso “gasta” mais calorias. Quantidade: 8 copos por dia de água em temperatura inferior a 16º c.

 PIMENTA VERMELHA: Esse tipo específico de pimenta é rica em capsaicina, substância que favorece o aumento da quebra de gorduras. Ela aumenta em até 20% a atividade metabólica se ingerida na quantidade de três gramas por dia, podendo ser adicionada em saladas e lentamente quentes como tempero.

GENGIBRE: Pode ser usado cru, refogado ou em forma de chá. Outra opção é bater no liquidificador com laranja, maça ou qualquer outra fruta.  Quantidade: 1 pedaço de 2cm, até 2 vezes ao dia.

CHÁ VERDE: Reduz a absorção do açúcar no sangue, inibindo a ação da amilase (enzima responsável pela digestão dos carboidratos), além de favorecer o trânsito intestinal e acelerar o funcionamento do metabolismo.  Quantidade: 1 xícara de chá de 5 a 10 minutos antes das refeições, diariamente.

SOJA: Grão contém lisina e arginina, substâncias que estimulam a produção de um hormônio chamado glucagon, que tem ação térmica. Quantidade: 3 colheres de sopa por dia.

CASTANHA DO PARÁ: Tem como substância ativa a vitamina E e selênio. Uso: crua ou torrada, 3 unidades ao dia.

É isso queridas adeptas ao #PROJETOVIVERBEM, como vocês já sabem, não existe milagres. É importante aliar o consumo dos alimentos termogênicos a um plano alimentar equilibrado, e uma prática frequente de atividades físicas.

Nutricionista: Larissa Marques

blof

Anúncios

6 comentários sobre “#Projetoviverbem: Apostando nos alimentos termogênicos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s