Book do dia: A Culpa é das Estrelas

Hoje ao invés de “look”, será “book” do dia, com essa dica maravilhosa de livro! Gente, semana passada li “A Culpa é das Estrelas” do autor John Green. A história é linda e comovente, de muitas vezes você se pegar chorando. Quando li as primeiras páginas, pra ser bem sincera, confesso que até fiquei na dúvida se continuava ou não lendo, porque achei a história um pouco adolescente, apesar do livro ter sido indicação de pessoas mais velhas. Mas ao passar das páginas fui entendendo o porque de tanto sucesso da obra e fui ficando mais curiosa pra saber qual era o final daquele livro, qual a verdadeira moral que se escondia por atrás daquilo que parecia ser apenas um romance bobo. E eu tava certa, havia muita coisa além disso.

O livro conta a história de Hazel Grace, uma adolescente de dezesseis anos, irônica, sarcástica e  extremamente ácida. Além de narradora, ela também convive com um agressivo câncer dentro de si, fazendo dela uma paciente terminal, apesar de que, com muito empenho, os médicos conseguiram lhe dar um pouco mais de tempo de vida. Por ser muito introspectiva, sob pressão de sua mãe ela começa a frequentar um grupo de apoio que reúne vários outros pacientes com a doença, e tudo lá é um saco para ela! Tudo é meloso demais, chato demais. Até que, em um desses encontros monótonos, ela encontra Augustus Waters. A partir daí começa uma linda e incomum história de amor.

É muito interessante como, em meio a todos os conflitos e problemas da doença, os personagens conseguem dar um novo sentido à vida. E é isso que mexe tanto com o leitor, o livro nos faz repensar nosso lugar no mundo. Mostra que estamos sujeitos a tudo, a qualquer hora, e que nada é o que parece ser. É bonito e incrível ver como a personagem principal lidar com o câncer de forma altruísta, não pensando só nela, e sim na dor da sua família quando o pior acontecesse. Não vou contar mais porque senão perde a graça! Fiquei muito satisfeita com o desfecho da história porque eu gosto de “finais reais”. Leiam e depois me contem o que acharam! 😉

Um trecho do livro que eu amei:

“A ambição voraz dos seres humanos nunca é saciada quando os sonhos são realizados, porque há sempre a sensação que tudo poderia ter sido feito melhor e ser feito outra vez.”

111434071_1GG

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s